Fuja da visão míope de negócio!

instituto de pesquisa insider

Perguntar para um empreendedor o que sua empresa faz parece algo muito simples e, no entanto, a maioria das respostas para essa questão manifesta uma visão míope de negócio compartilhada por grande parte das pessoas. Poucos sabem da importância que essa visão distorcida tem para o fracasso de um negócio, ou só se dão conta depois de muito tempo, quando já é tarde. Isso é um grande indício de falta de auto-conhecimento, inteligência de mercado e, ainda mais, inteligência competitiva.

Faça essa experiência você mesmo: pergunte-se, o que sua empresa faz? Qual é o seu negócio? Provavelmente a primeira coisa que veio à sua mente foi uma definição de produto ou serviço específico. Essa resposta representa justamente a visão míope de negócio, pois significa que você está olhando apenas para os produtos que a empresa fornece, e não para seus benefícios ou a forma como o consumidor deve percebê-los.

Ter esse tipo de visão limitada pode ser catastrófico para o planejamento estratégico da empresa, bem como para seu crescimento e destaque no mercado. Isso significa que a visão míope de negócio torna o empreendedor incapaz de criar diferenciais competitivos e sobreviver no mercado atual, pois dificulta a identificação de ameaças e oportunidades em seu ramo de negócio.

visão míope de negócio

Como escapar da visão míope de negócio?

Temos dois tipos de olhares para o negócio: a visão míope, e a visão ampliada. A visão míope, como já dissemos, contempla apenas o produto ou serviço que a empresa oferta. Já a visão ampliada distingue os benefícios intangíveis que o cliente terá com a aquisição do produto ou serviço. Essa é a visão que todo empreendedor deve ter.

Para fugir da visão míope de negócio é preciso entender, antes de mais nada, que o cliente compra os benefícios, vantagens, valores e sentimentos que o seu produto ou serviço prometem, e não o produto em si. Realizar pesquisas sobre seu negócio com a ajuda de institutos de pesquisa de mercado ou uma empresa de pesquisa irá melhorar esta questão.

Para esclarecer melhor o assunto, vamos falar sobre o case Kopenhagen. Esse é um exemplo prático para podermos entender melhor como a visão ampliada de negócio pode significar o sucesso de uma empresa.

Exemplo da Kopenhagen

Existem diversas fábricas no Brasil e no mundo que vendem chocolate, como a Nestlé, Arcor, Hershey’s, Lacta, Garoto, dentre outros exemplos. O que as diferenciam são apenas as formas, os recheios, os sabores do chocolate.

Inserida nesse mercado, a Kopenhagen se destaca na linha de chocolates premium. Por que? Não é apenas por causa dos preços. A empresa se destaca porque todas as suas estratégias estão voltadas para que o consumidor perceba seus produtos não como simples chocolates, mas como presentes.

Se o negócio da Kopenhagen fosse fazer e vender chocolate, seus produtos estariam concorrendo na mesma faixa de preço das outras concorrentes que citamos anteriormente. No entanto, ao vender presentes a Kopenhagen atinge clientes dispostos a pagar mais por esse diferencial e receber os benefícios da marca. Questões como embalagem, atmosfera e localização das lojas são estrategicamente pensados para contribuir com a ideia da visão ampliada do negócio, e tudo isso contribui para criar um diferencial competitivo muito maior em relação aos demais concorrentes.

Para fugir da visão míope, conheça o seu mercado

Para traçar estratégias e escapar da visão míope de negócio, ter conhecimento sobre o mercado e a imagem institucional da empresa é fundamental. Nesse caso, uma pesquisa de imagem institucional pode fornecer as respostas necessárias para saber se os objetivos de marketing e branding estão sendo alcançados de maneira efetiva.

Um bom empreendedor não pode ter uma visão distorcida, pois deve enxergar todo o potencial de seu negócio. Portanto, busque informações para enxergar claramente o caminho que sua empresa deve trilhar. Conte com um instituto de pesquisa de qualidade, como a Insider, para ajudar nessa questão.

Posts Relacionados